segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Jardim das folhas sagradas


O filme Jardim das folhas sagradas, do cineasta baiano Póla Ribeiro, encontra-se em fase de finalização e com previsão de lançamento para o próximo mês de novembro.

Jardim das Folhas Sagradas conta a história de Bonfim, negro baiano que tem sua vida virada pelo avesso com a revelação de que precisa abrir um terreiro de candomblé. Com os espaços disponíveis cada vez mais raros, ele acaba procurando um lugar na periferia empobrecida e degradada. Afastado da tradição e questionando fundamentos como o sacrifício de animais, Bonfim cria um terreiro modernizado e descaracterizado, o que lhe trará graves conseqüências.

Numa época em que o crescimento urbano acelerado e a favelização transformam as cidades em espaços cada vez menos habitáveis, o candomblé, religião ancestral trazida pelos escravos africanos, tem uma grande lição de convívio e preservação da natureza a oferecer. Ao personagem Bonfim e a toda cidade de Salvador. Um filme que fala de obediência, amor, desprezo, amizade e traição.

O filme foi rodado em espaços de três terreiros de Salvador e contou com a participação voluntária de filhos e filhas de santo de outros terreiros, cedendo inclusive objetos e equipamentos. Há ainda cenas realizadas durante a Caminhada da Liberdade realizada no dia 20 de Novembro, em homenagem a Zumbi dos Palmares e locações no Curuzu/Liberdade, maior bairro negro de Salvador.

Segundo material de divulgação, o filme contou com um orçamento médio, mas precisam de estratégias para competir a algum número entre 80 e 150 mil espectadores, como imagina o diretor e sua equipe. É fundamental que todos contribuam na divulgação do filme, para que um maior número de pessoas possa ver o filme, pois, como explicou o diretor em entrevista a imprensa, a primeira semana de um filme nos cinemas é crucial, se não há bilheteria o filme não permanece, sai logo do cartaz.

A equipe pensa na criação de um formato diferenciado de publicidade e aquisição de ingressos antecipados para fazer o filme chegar mais as pessoas negras e aos adeptos e simpatizantes das religiões de matriz africana.

Ajude a divulgar o filme. Veja como no site: www.jardimdasfolhassagradas.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário