terça-feira, 28 de setembro de 2010

Morre o antropólogo baiano Vivaldo da Costa Lima

Na manhã de quarta-feira (22/09) morreu em Salvador, vítima de câncer e diabetes, o antropólogo baiano Vivaldo da Costa Lima, 85 anos, professor emérito da Universidade Federal da Bahia e Obá de Xangô do Ilê Axé Opô Afonjá.

Importante estudioso da cultura afro-brasileira, Vivaldo da Costa Lima dedicou grande parte de sua vida à pesquisa sobre a influência africana na formação da cultura baiana, produzindo obras fundamentais neste campo, como "A Família de Santo nos Candomblés Jejes-Nagôs da Bahia" (1977).

Dentre outras iniciativas relevantes no âmbito da cultura brasileira, fundou, junto com outros intelectuais, o Centro de Estudos Afro-Orientais (Ceao) da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Exerceu o cargo de diretor-geral do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) da Bahia, tendo como foco ações de revitalização do Pelourinho, na década de 1970.

Um comentário: