quarta-feira, 23 de março de 2011

A cidade da Jurema do Mestre Cesário

A foto que abre o blog foi feita em Alhandra, Paraíba, no ano de 2003, quando lá estive para conhecer o sitio do Acais. Este local era conhecido como a Cidade da Jurema do Mestre Cesário. Embora fosse uma propriedade particular, era permitida a visitação e a realização de cultos no espaço.

Uma cerca de arame delimitava o espaço e uma abertura possibilitava o acesso e circulação das pessoas. Lá dentro muitas árvores frutíferas e no meio delas os pés de jurema do Mestre Cesário repletos de oferendas.

Não faz muito tempo fiquei sabendo que o proprietário do terreno resolveu proibir a entrada das pessoas no local e, mais que isso, destruiu os pés de jurema, seguindo o modelo de ação que vem ocorrendo naquela cidade, que é destruir qualquer idéia e imagem que diz respeito ao culto da Jurema.

Alhandra não tem mais a Jurema do Mestre Cesário, como não tem a de Maria do Acais e pode ficar sem a Jurema do Mestre Manoel Cadete.

Um comentário:

  1. é um absurdo, uma pena, triste mas...
    a jurema vive em nosso coraçoes, blogs, casas, sementes, ramas ....

    ResponderExcluir