segunda-feira, 21 de maio de 2012

Dia nacional da Umbanda


Presidenta Dilma sanciona o Projeto de Lei da Câmara nº 187 de 2010, que propõe a criação do Dia Nacional da Umbanda – 15 de novembro.
 
A data já consagrada à comemoração da umbanda em diversos municípios brasileiros refere-se ao ano de 1908, em que o médium Zélio de Moraes recebeu em Niterói, a missão de fundar o novo culto. 

Zélio foi acometido por uma inexplicável paralisia que os médicos não conseguiam conter, logo em seguida levantou-se normalmente e voltou a caminhar como se nada tivesse acontecido. Na ocasião, um amigo da família sugeriu uma visita a Federação Espírita do Estado do Rio de Janeiro, onde por meio de uma manifestação espírita de uma entidade denominada Caboclo das Sete Encruzilhadas foi anunciada a fundação de uma nova religião no Brasil.   

A Umbanda apregoa o trabalho em benefício de todos, independentes de cor, raça, credo e condição social, pela prática da caridade e do amor ao próximo. Expressa vivamente seu caráter nacional, juntamente com suas raízes africanas, nas manifestações culturais, que incorporam a música e a dança. Valeu-se de elementos católicos, espíritas, do candomblé e de outras tradições religiosas, para criar uma doutrina que, em seu universo, afirma a existência de um Deus supremo e a possibilidade de comunicação com os espíritos dos mortos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário