domingo, 18 de agosto de 2013

Um Barco


Um Barco: experiências etnográficas e diálogos com as culturas populares.

Organização: Luiz Assunção. Editora da UFRN, Natal.  

O livro apresenta o resultado de estudos realizados por treze alunos dos cursos de pós-graduação em Ciências Sociais e Antropologia da UFRN, que realizaram suas pesquisas e reflexões conceituais, em diferentes períodos no decorrer desta última década, tendo como base, o Grupo de Estudos sobre Culturas Populares, coordenado pelo professor Luiz Assunção. O livro, cumpre, simultaneamente, o papel de dar visibilidade ao fruto do esforço construído por cada pesquisador e o de celebrar a ação acadêmica efetivada no trabalho de orientação e de formação intelectual. Os temas objeto das dissertações e teses enfocados nesta edição situam-se no campo de estudos das religiões (catolicismo popular, afro-brasileira), das formas de expressão artística (música, teatro, artesanato, dança) e da etnicidade (ciganos). 

Texto escrito na contracapa do livro:

"Barco é o termo usado no Candomblé para designar um grupo de iniciados no caminho do santo. Significa entrar em camarinha - recolher-se para receber ensinamentos, aprender regras, compreender códigos, realizar as primeiras obrigações. Um Barco nomina, ainda, a solenidade festiva, quando um sacerdote (babalorixá ou ialorixá) apresenta seu grupo de iniciados a comunidade religiosa. Este Barco que apresento é tripulado por 13 alunos dos cursos de pós-graduação em Ciências Sociais e Antropologia Social da UFRN, que realizaram suas pesquisas, em diferentes períodos no decorrer desta última década, tendo como porto de ancoragem o espaço do Grupo de Estudos sobre Culturas Populares. Os temas abordados situam-se no campo das religiões (catolicismo popular, afro-brasileira), das formas de expressão artística (música, teatro, artesanato, dança) e da etnicidade (ciganos)".

Nenhum comentário:

Postar um comentário