segunda-feira, 28 de abril de 2014

Um texto sobre a Jurema em Natal


A tradição do Acais na Jurema natalense: memória, identidade, política” 

Este é o título do texto que ao longo desses últimos meses venho me dedicando e, finalmente, acabo de escrever.  Foi escrito a partir de uma solicitação da professora Mundicarmo Ferretti (UFMA) para compor uma coletânea que ela está organizando sobre as religiões afro-brasileiras.  

No referido artigo abordo o tema da Jurema na cidade de Natal destacando o diálogo mantido por ela com outras tradições religiosas. Tomando como referencia a trajetória de Babá Karol, discuto como a tradição do Acais ganha forma no contexto natalense, o papel dos “discípulos” do babalorixá-juremeiro, ao mesmo tempo em que reflito acerca da dimensão identitária e política que perpassa o processo de reelaboração da tradição.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário