sexta-feira, 10 de julho de 2015

Índios Carnavalescos


Entre as múltiplas manifestações culturais existentes na cidade de Natal, encontram-se as tribos de índios carnavalescas. Na região metropolitana da capital, nos municípios de Natal, Ceará-Mirim, Macaíba, São José de Mipibu e São Gonçalo do Amarante, existem onze tribos carnavalescas.
A proposta da dissertação de mestrado “Índios carnavalescos”, do pesquisador Valdemiro Severiano Filho, é procurar compreender a produção do carnaval destas agremiações enquanto manifestação de lazer e trabalho.
A pesquisa mostra que, para além da racionalidade hegemônica, existem outras racionalidades, manifestadas em micro territorialidades, que acionam mecanismos e táticas cotidianas, valorizando-se o fenômeno do estar-junto, existentes no interior dos centros urbanos, nos bairros e nas ruas.
A pesquisa, publicada em livro, está organizada em três capítulos. No primeiro, o autor analisa o desenvolvimento do carnaval natalense, relacionando-o com o crescimento da cidade e com a participação dos agentes públicos e privados. No segundo capítulo, a borda a dimensão econômica e política do carnaval das tribos de índios na capital potiguar, com o recorte estabelecido para o ano de 2012. No último capítulo, analisa as territorialidades das tribos de índios projetadas no espaço citadino, dedicando especial atenção a tribo de índios Tabajara do bairro Felipe Camarão e a tribo de índios Gaviões-Amarelo do bairro Igapó.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário