domingo, 30 de agosto de 2015

Palestra

O Grupo de Estudos Culturas Populares da UFRN
 
convida para a palestra:
 
Dimensões da sociabilidade carnavalesca:
Entre a paixão e a profissionalização
 
 Nilton Santos

Programa de Pós-Graduação em Antropologia
Universidade Federal Fluminense
 

Dia: 04/09/2015 - Horário: 9h

Local: Auditório NEPSA – CCSA – UFRN

domingo, 23 de agosto de 2015

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Pai Euclides - Casa Fanti Ashanti


Morre aos 78 anos Pai Euclides (Euclides Menezes Ferreira), importante líder espiritual, babalorixá, fundador e responsável pela Casa Fanti Ashanti, casa de candomblé da nação Jeje-Nagô fundada em 1954 em São Luís do Maranhão.

Foto; Mário Vasconcelos

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Encontro de Bonecos e Bonequeiros


O III Encontro de Bonecos e Bonequeiros do Teatro de João Redondo no RN vai acontecer no município de Currais Novos-RN, no período de 26 a 29 de agosto, com apresentações públicas de 30 mestres bonequeiros, oficinas, Rodas de Conversa e a Solenidade de entrega dos Certificados aos mestres inventariados e reconhecidos pelo IPHAN, como Patrimônio Cultural do Brasil.

sábado, 15 de agosto de 2015

Circuito Popular: Arte e Cultura


A Fundação José Augusto (Natal-RN) apresentou calendário com as atividades programadas para o mês de agosto, em comemoração ao chamado mês do folclore. O projeto intitulado “Circuito Popular: Arte e Cultura” tem uma programação organizada a partir de três eixos:
1.      Ações Formativas, com cursos e oficinas;

2.      Ações de Pensamento e Políticas Públicas, com seminários, encontros e debates;

3.      Ações Artísticas, apresentando shows, festivais, exposições, lançamentos de livros e revistas.
Entre as atividades foram agendadas:
Lançamento do livro “Preservando o Matutês”, de Bob Motta; Feira de economia solidária e de agricultura familiar; Mostra Cultural Agosto Cidadão; Oficinas sobre Registro do Patrimônio Vivo e sobre música popular brasileira e potiguar (serão realizadas nas Casas de Cultura do Estado); Seminário Cultural e (RE) Pensamento (10 a 19 na Pinacoteca do Estado); Incubadora cultural RN Criativo (MinC/FJA) presta atendimento a artistas e produtores interessados em consultoria, informações sobre editais e elaboração de projetos (Sola Bela Vista, na Av. Câmara Cascudo); Curso de Folclore e Cultura Popular (a partir do dia 15, com aulas aos sábados, na FJA); Seminário Marcos Legais da Cultura (de 24 a 26, sempre às 18h30, na Pinacoteca); IN Arte Urbana (de 21 de agosto a 30 de setembro, na comunidade do Passo da Pátria); Debate sobre os rumos do São João e do Carnaval 2016, Festival de Violeiros e Repentistas e 1° Encontro de Mestres e Cultura Popular.
Como podemos perceber o evento Circuito Popular: Arte e Cultura possui uma vasta programação distribuída por todo o mês de agosto, embora grande parte do seu conteúdo possa ser trabalhada ao longo do ano. Não seria o momento para perguntar onde estão os grupos de folclore do Estado? Não seria um momento para refletir sobre o contexto e o ato de produção daqueles que silenciosamente (e em situações adversas) produzem a tradição das culturas populares do Estado?

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

A história da menina que carregava os olhos na mão



Surpresas sempre aparecem. Até mesmo na escola em que eu estudava, onde as coisas eram meio chatas, porque nunca acontecia nada de diferente, elas apareceram um dia. E esse dia foi aquele em que chegou uma nova aluna.
É assim que começa a história da menina que carregava os olhos na mão.
Seu nome é Yasmim. A narrativa prende o leitor na curiosidade para conhecer a personagem e sua história. As diferentes situações vividas pela menina na escola possibilita pensar alteridade e a relação com o diferente e a diversidade na sociedade.
A obra, escrita por Kelson Oliveira e ilustração de Marcos Queiroz, foi vencedora do Edital de Incentivo às Artes da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará em 2014, e publicada em 2015 pela Editora Demócrito Rocha.
Lançamento em Natal:
Dia 14 de agosto (sexta-feira) a partir das 19 horas, na Livraria Saraiva (Shopping Midway Mall).
 

 


Convite


quinta-feira, 6 de agosto de 2015

O Duplo da Vida


Em uma de minhas buscas pelas estantes da livraria, encontrei o livro O Duplo da Vida: etnologia, viagem, escrita, do antropólogo francês Marc Augé. Minha atenção foi tomada de imediato. Folheei algumas páginas, li várias passagens, gostei do que estava lendo. Ao deixar a livraria, o livro estava comigo; muito que rapidamente segui o autor em minha leitura.  
O Duplo da Vida é uma biografia intelectual e uma reflexão do etnólogo sobre suas vida e atividades intelectuais durante quase meio século. Reflete a etnologia como “uma das raras atividades humanas que responde a uma vocação”. Reafirma a necessidade de uma antropologia crítica e a importância da escrita para criar novas formas de narratividade.
“Há na ideia de encontro a de acaso, e na ideia de etnologia a de experiência”.
“A oposição dos errantes e dos sedentários certamente não se encontra apenas entre os etnólogos, mas, visto sua ambição comum (ficar entre os outros), ela toma entre esses uma dimensão particular”.