domingo, 22 de novembro de 2015

"Identidade e visibilidade" na casa de Obaluaiyê







20 de novembro - Dia da consciência negra


Muitas atividades estão acontecendo nas escolas, institutos de educação, universidades e nas comunidades de terreiro, em comemoração ao dia da consciência negra. Comemorar tem o sentido especial de reflexão; pensar o processo histórico vivido, as situações e adversidades do cotidiano, o contexto socioeconômico e político da sociedade brasileira, o rumo das ações dos movimentos sociais, coletivos.
As comunidades de terreiro tem procurado fazer essa reflexão. Neste sábado passado (21), participei do encontro promovido pelo Grupo Egbé Logun (Ilê Ilê-Ifé Axé Obaluaiyê) – Extremoz-RN, que teve como tema “Identidade e visibilidade: fortalecendo princípios e conquistando espaços”.
O encontro reuniu em torno de cinquenta pessoas, desde membros da casa, como religiosos de outras casas e demais convidados. A programação teve início às oito horas da manhã, estendendo-se até às vinte horas, com diversas atividades ao longo do dia, entre as quais: oficinas de dança, capoeira; projeção de vídeos, exposições de fotografia, pintura, objetos produzidos pelos membros do grupo, como colares e camisetas; feijoada. Foram realizadas, ainda, duas mesas-redondas temáticas com a presença de membros da comunidade religiosa e professores da UFRN e IFRN.
Ao final, a apresentação do Afoxé Obaluaiyê, reuniu todos os presentes em torno da música e da dança, compartilhando projetos e esperanças comuns.           

domingo, 15 de novembro de 2015

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

VOLTA


Estou de volta depois de alguns dias na Universidade de Nanterre (Paris X), França, participando de atividades em comemoração ao centenário de nascimento do pensador Paul Zumthor.
As atividades foram centradas em torno da vida e obra de Zumthor, organizadas a partir de três focos: poéticas medievais, poéticas da voz e poéticas nômades. Durante uma das sessões apresentei uma comunicação com o título: Rituels religieux em mouvement: pour un dialogue de l’anthropologie avec Paul Zumthor.
O encontro contou com a participação de professores de diversas universidades, como: Paris X, Paris VIII, Paris IV, Chambéry (França), Lyon (França), Collège de France, Laval (Canadá), Montréal (Canadá), Duke Univesity (USA), UFBA, UFOB,UNEB, UFRN, UFS (Brasil).