segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Dia histórico


A presidenta Dilma Rousseff, em decisão corajosa, vai ao senado, profere discurso, enfrenta os parlamentares e, de forma impecável, se defende das acusações de crime de responsabilidade.

"Diante das acusações que contra mim são dirigidas, não posso deixar de sentir novamente o gosto amargo da injustiça e do arbítrio. Mas como no passado, resisto. Não esperem de mim o obsequioso silêncio dos covardes" (Dilma Rousseff).

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário