sábado, 31 de dezembro de 2016

Elas de Axé


Elas de Axé é o título do Ebook fotodocumentário produzido pela jornalista Vanessa Arruda de Castro, fruto do trabalho de conclusão do curso em Comunicação Social, defendido recentemente na UFRN.
O projeto, que teve duração de um ano, não se limita a produção fotográfica, mas dedica-se a uma detalhada pesquisa sobre o cotidiano do Ilê Olorum, casa de candomblé localizada no bairro Vida Nova, em Parnamirim-Rn, em especial, refletindo sobre a presença das mulheres nesse espaço religioso.  
Ao escrever sobre o Ilê Olorum, traça a história da casa e, principalmente, a história de vida de Mãe Isa de Nanã (Isali Rodrigues Souza) e Pai Hércules – sacerdotes responsáveis pela casa religiosa. Elabora descrições sobre as atividades diárias, as festas públicas, os rituais. Faz reflexões sobre a mitologia dos orixás. Tece considerações sobre a estrutura e hierarquia da casa. Participa da oferenda para Iemanjá, realizada pelos membros da comunidade, em dezembro de 2015, na praia de Ponta Negra.
Para além do cumprimento dos critérios acadêmicos e técnicos exigidos para a avaliação da monografia e do produto fotodocumentário, o trabalho se reveste de significativa importância ao propiciar uma visibilidade positiva a comunidade religiosa do candomblé e as religiões afro-brasileiras de um modo geral, em um contexto marcado historicamente por formas de pensamento e ações de intolerância. Por outro lado, ao escolher o candomblé, traz para a esfera da comunicação um tema, em geral excluído de sua pauta. Não é demais destacar que nesse mundo das comunicações e das mídias, quando o tema das religiões afro-brasileiras aparece, é quase sempre permeado por tons caricaturais, preconceituosos, sem o devido conhecimento da matéria, o que é outra forma de praticar a exclusão.             

Nenhum comentário:

Postar um comentário