quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Modupé, meu amigo


Modupé, meu amigo foi escrito por Stefania Capone e Leonardo Carneiro pensando, em especial, no público escolar – alunos e professores do ensino fundamental e médio. O objetivo é apresentar ideias e noções primeiras sobre as religiões afro-brasileiras, que possam alargar os conhecimentos sobre o universo religioso e contribuir no combate a intolerância religiosa. 
Ao longo da história contada, o personagem principal mergulha no mundo sagrado dos orixás, das religiões afro-brasileiras e de tudo que os povos africanos criaram no Brasil. No final do livro um glossário é anexado, contendo a explicação sobre alguns dos termos presentes no texto.
O livro, editado pela Pallas (Rio de Janeiro) tem ilustrações de Victor Tavares.

Stefania Capone é antropóloga, estuda o candomblé brasileiro desde os anos de 1980. Atualmente é Diretora do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França e professora-pesquisadora do Centre d’études en sciences sociales du religieux – École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris, França. Entre seus livros, destacam-se “A busca da África no candomblé” e “os yoruba no Novo Mundo”.
Leonardo Carneiro é professor do curso de Geografia e do Programa de Pós-Graduação em Geografia da UFJF-MG. Escreveu tese sobre o candomblé e a umbanda no Rio de Janeiro. Foi iniciado no candomblé no Ilê Axé Ifá Monge Gibanauê (Queimados-RJ).  

Nenhum comentário:

Postar um comentário