segunda-feira, 13 de março de 2017

Antropologia no museu



Realizado no Museu Quai Branly Jacques Chirac (Paris), 11 e 12 de março, um encontro de etnologia com vasta programação que incluiu conferências, comunicações de pesquisas, atelier, apresentações performáticas, dança, música, com o objetivo de trazer para o grande público, diferentes formas de pesquisas acadêmicas que abordam a temática da alteridade e da vida coletiva.
Entre as atividades que participei registro às conferências sobre o tema do xamanismo na Sibéria e reflexões bibliográficas sobre a morte, e, as comunicações de pesquisas de campo realizadas no Congo, Mali, India, Espanha, Tonga, abordando questões sobre espaço urbano, simbolismo e cultura material, dança tradicional e turismo, identidade e resistência política.

Nenhum comentário:

Postar um comentário