domingo, 23 de julho de 2017

A busca da África no candomblé

Editado na França a segunda edição do livro de Stefania Capone - La quête de l'Afrique dans le candomblé: pouvoir et tradition au Brésil, com prefácio de Stephan Palmié e posfácio  de Paul C. Johnson.  

Este estudo propõe uma interpretação original do campo religioso afro-brasileiro que revela a existência de um continuum que, da Umbanda ao candomblé nagô, realça o jogo complexo das adaptações rituais e políticas no movimento de reafricanização. Quais são os mecanismos que preside a construção destes processos? Que papel desempenharam os antropólogos na emergência e na legitimação desta África reinventada? Quais os desafios políticos subjacentes a este movimento? Essas são as principais questões que o livro procura responder.
S MIMÉSIS ANTHROPOLOGIE
 
editionsmimesis.frÉDITIONS MIMÉSIS ANTHROPOLOGIEeditionsmimesis.fr
Stefania Capone é diretora de investigação no CNRS e membro do CéSor - Centro de estudos em ciências sociais do religioso (EHESS, Paris). Especialista em religiões afro-Americanas e sua transnacionalização, a sua pesquisa atual diz respeito às conexões diaspóricas no Atlântico Negro. Ela também é autora dos Iorubás do novo mundo (2005) e tem coordenado várias obras coletivas, incluindo Religião dos Orixás (2011). A busca de África no candomblé foi traduzida em português (Brasil, 2004) e em inglês (Estados Unidos).

editionsmimesis.fr


Nenhum comentário:

Postar um comentário