Postagens

A trajetória de Vicente Mariano como tema de pesquisa

Imagem
A trajetória do tatalorixáVicente Mariano, tema da pesquisa de mestrado de Larissa Sarmento Lira no Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões da UFPB, sob a orientação da professora Dilaine Sampaio, chega ao conhecimento do público em formato de livro. Vicente Mariano fundou, no início dos anos de 1960, o Terreiro Senhor do Bonfim Ilê Oxum Ajamin na cidade de Campina Grande, Paraíba. Iniciado em Recife, num terreiro de candomblé nagô tendo como mãe e pai de santo, Lídia Alves e José Romão da Costa, Mariano foi o responsável pelo desenvolvimento e configuração do campo afro-religioso campinense. A compreensão do papel exercido pelo sacerdote na região campinense é o foco que conduz a pesquisa da antropóloga LARISSA SARMENTO LIRA publicada no livro “Memória, Hierarquia e poder: Vicente Mariano e o Ilê Oxum Ajamin” (Editora do CCTA-UFPB). O trabalho elabora uma etnografia do terreiro e, ao mesmo tempo, demonstra como a história de vida de Mariano vai se entrelaçando com a histór…

DE OLHO NO FILME: M8 - QUANDO A MORTE SOCORRE A VIDA

Imagem

Terreiro de candomblé resiste à expansão imobiliária

As religiões afro-brasileiras enfrentam cotidianamente as mais diferentes formas de intolerância e desrespeito as suas crenças, práticas e tradições. Recentemente, em Belo Horizonte (Minas Gerais), uma ação chama atenção para a importância da mobilização dos grupos sociais organizados, inclusive das comunidades de terreiro, frente a um contexto que envolve poderosos interesses econômicos. Trata-se da ameaça de construções de prédios com até 10 andares na vizinhança do ilê Wopo Olojukan, o terreiromais antigo da cidade de Belo Horizonte. O lote que divide o quarteirão com o terreiro foi colocado à venda, o que atraiu o interesse de uma construtora, conforme publicado pelo Jornal O Tempo. A construção desses imóveis colocaria em risco a manutenção da tradição religiosa. Uma rápida ação preventiva foi acionada pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural do Município de Belo Horizonte que publicou uma série de regras de proteção e respeito, voltadas para a garantia da continuidade d…

Ilê Wopo Olojukan

Imagem

África e Afro-Brasil em debate

Imagem
África e Afro-Brasil em debate”, livro organizado pelas professoras Tatiana Raquel Reis Silva e Viviane de Oliveira Barbosa, publicado recentemente pela Editora da UEMA e disponível para download. O livro é uma produção coletiva do Núcleo de Estudos, pesquisa e extensão sobre África e o Sul Global (NEÁfrica) e reúne 14 capítulos que procura abarcar o campo do estudos africanos e afro-brasileiros. São discussões diversificadas sobre o universo teórico, metodológico e conceitual no campo, especialmente sobre a produção do conhecimento e seus efeitos; narrativas que compõem esse campo epistemológico e suas conexões com as práticas educacionais, com ênfase para o tema do ensino e do currículo; e produções que abordam memórias e experiências sociais africanas e afro-brasileiras, num diálogo normalmente interdisciplinar.
Site da Editora UEMA: www.editorauema.uema.br

Cultura

Imagem

Lei Aldir Blanc - Cadastro abertos – Cultura

Fundação José Augusto – Governo do Estado RN
https://cadastrocultural.rn.gov.br
FUNCARTE – Prefeitura do Natal
https://blogdafuncarte.com.br/prefeitura-do-natal-comeca-pre-cadastro-de-espacos-culturais-para-obtencao-de-apoio-financeiro-da-lei-aldir-blanc/
Fundação Cultural Dona Militana – São Gonçalo do Amarante – RN
https://saogoncalo.rn.gov.br/cadastrocultural
Extremoz – RN
https://extremoz.rn.gov.br/cadastro-de-artistas-culturais
Parnamirim – RN
https://culturadeparnamirim.org/

FONTE: GAMA - RN